Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor

Santificando as Primícias ao Senhor!

1 Então, falou o Senhor a Moisés, dizendo: 2 Santifica-me todo primogênito, o que abrir toda madre entre os filhos de Israel, de homens e de animais; porque meu é. 3 E Moisés disse ao povo: Lembrai-vos deste mesmo dia, em que saístes do Egito, da casa da servidão; pois, com mão forte, o Senhor vos tirou daqui; portanto, não comereis pão levedado. 4 Hoje, no mês de abibe, vós saís. 5 E acontecerá que, quando o Senhor te houver metido na terra dos cananeus, e dos heteus, e dos amorreus, e dos heveus, e dos jebuseus, a qual jurou a teus pais que ta daria, terra que mana leite e mel, guardarás este culto neste mês. 6 Sete dias comerás pães asmos; e ao sétimo dia haverá festa ao Senhor. 7 Sete dias se comerão pães asmos, e o levedado não se verá contigo, nem ainda fermento será visto em todos os teus termos. 8 E, naquele mesmo dia, farás saber a teu filho, dizendo: Isto é pelo que o Senhor me tem feito, quando eu saí do Egito. 9 E te será por sinal sobre tua mão e por lembrança entre teus olhos; para que a lei do Senhor esteja em tua boca; porquanto, com mão forte, o Senhor te tirou do Egito. 10 Portanto, tu guardarás este estatuto a seu tempo, de ano em ano. 11 Também acontecerá que, quando o Senhor te houver metido na terra dos cananeus, como jurou a ti e a teus pais, quando te houver dado, 12 apartarás para o Senhor tudo o que abrir a madre e tudo o que abrir a madre do fruto dos animais que tiveres; os machos serão do Senhor. 13 Porém tudo o que abrir a madre da jumenta resgatarás com cordeiro; e, se o não resgatares, cortar-lhe-ás a cabeça; mas todo primogênito do homem entre teus filhos resgatarás. 14 Se acontecer que teu filho no tempo futuro te pergunte, dizendo: Que é isto? Dir-lhe-ás: O Senhor nos tirou com mão forte do Egito, da casa da servidão. 15 Porque sucedeu que, endurecendo-se Faraó, para não nos deixar ir, o Senhor matou todos os primogênitos na terra do Egito, desde o primogênito do homem até ao primogênito dos animais; por isso, eu sacrifico ao Senhor os machos de tudo o que abre a madre; porém, a todo primogênito de meus filhos, eu resgatoÊxodo 13.1-15

A Bíblia é recheada de ensinamentos práticos através de exemplos de homens e mulheres de Deus que deram o melhor para o Senhor! Entenderam que o melhor é sempre a primeira parte.

Começando com a oferta dada por Abel, que foi aceita porque dera o primogênito de seu gado, o que vemos a partir de então, pelas páginas, histórias e doutrinas bíblicas, é que Deus sempre vai exigir a primeira e principal parte. O Senhor não aceita sobras do nosso tempo, da nossa disposição, dos nossos sentimentos e nem do nosso dinheiro.

Ele quer e merece o melhor!

Dar o melhor de tudo, e o melhor sempre é a primeira parte, além de ser uma atitude espiritual que expressa devoção e admiração por Deus. Isso é algo inteligente!

Quando entregamos o melhor de tudo a Deus, estamos ao mesmo tempo cumprindo um mandamento que possui promessa de recompensa, e ainda estamos garantindo a bênção divina sobre o que nos resta.

Ao entregarmos o melhor dos nossos sentimentos estamos garantidos quanto à realização afetiva e sentimental, portanto estamos nos assegurando de que o nosso casamento estará no controle de Deus, e mesmo que haja dificuldades podemos ser felizes e realizados pelo suprimento afetivo que Deus nos dará.

Quando damos o melhor das nossas forças, então podemos estar certos de que teremos o vigor necessário para nosso desenvolvimento profissional e para a efetivação bem-sucedida dos nossos planos e projetos de ordem pessoal, familiar ou ministerial.

Quando damos as primícias da nossa renda, temos a promessa de fartura e abundante alegria, ou seja, bênção sem efeitos colaterais (dores). Dê o melhor (as primícias) para Deus e espere sempre o melhor de Deus!

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe esta mensagem, Deus abençoe.

Joel Stevanatto, Pr
Siga-me
Últimos posts por Joel Stevanatto, Pr (exibir todos)

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Você pode gostar também
Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

O Portal da Convenção usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Se estiver de acordo com isso, basta aceitar. ACEITO

X