Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor

Deus abençoa com Propósito!

1 Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. (Selá) 2 Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação. 3 Louvem-te a ti, ó Deus, os povos; louvem-te os povos todos. 4 Alegrem-se e regozijem-se as nações, pois julgarás os povos com equidade, e governarás as nações sobre a terra. (Selá) 5 Louvem-te a ti, ó Deus, os povos, louvem-te os povos todos. 6 Então, a terra dará o seu fruto; e Deus, o nosso Deus, nos abençoará. 7 Deus nos abençoará, e todas as extremidades da terra o temerãoSalmo 67.1-7

Deus disse para Abraão: “ Farei de você um grande povo, e o abençoarei ”, também a Bíblia diz a respeito de José: “ O Senhor estava com José, de modo que este prosperou ”.

O que a história desses dois homens, que viveram separados por cerca de 200 anos, têm em comum?

Deus os abençoou, com a bênção que estava sobre eles, para que outros fossem abençoados, o mesmo podemos dizer sobre o rei Ezequias que foi abençoado para reerguer civil e religiosamente a nação de Israel, e assim também foi com Neemias que foi abençoado para reconstruir Jerusalém.

Ao abençoar alguém, o Senhor tem o propósito de abençoar outras pessoas, e assim, dessa forma, a bênção se multiplica, nessa lógica podemos afirmar que pessoas mesquinhas e egoístas nunca serão abençoadas por Deus e o barco da vida delas ficará à deriva, pois depende delas, exclusivamente, a condução em busca de um porto seguro.

A natureza humana atentando para um olhar micro, voltado para si mesmo, deseja a bênção divina para o seu bem-estar, enquanto Deus, numa visão panorâmica, anseia abençoar alguém que esteja disposto a canalizar tal benefício na direção de outras pessoas.

O sistema que governa a humanidade caída aponta para o prazer e conquista de bens a felicidade, mas a verdadeira satisfação está numa paz interior, por isso, a bênção de Deus não acrescenta dores, ou seja, efeitos colaterais.

A busca humana por felicidade deixa atrás de si um lastro de sofrimento e prejuízo a outros, e ainda não produz estabilidade para aquele que objetiva apenas a obtenção de bens materiais.

Se desejar, deixe seu comentário abaixo e compartilhe esta mensagem, Deus abençoe.

Joel Stevanatto, Pr
Siga-me
Últimos posts por Joel Stevanatto, Pr (exibir todos)

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Você pode gostar também
Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

O Portal da Convenção usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Se estiver de acordo com isso, basta aceitar. ACEITO

X