Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor

Julgamento Pessoal

Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei I Coríntios 11.23

Julgamento Pessoal

Quem gosta de viver na desordem? Talvez aquele ou aquela, cujo juízo não está em perfeito estado.

Isso revela, no mínimo, falta de sabedoria, porque a pessoa julgando ser sábia, de boa vontade tolera os loucos, II Coríntios 11.19. Não falo de desprezo àqueles que têm falta de sabedoria! Há meios de organizar a vida, seja a doméstica, secular, acadêmica, espiritual etc.

Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada, Tiago 1.5.

Tratando de ordem; havia total desordem sem precedentes na Igreja de Corinto. A cidade grega de Corinto era cosmopolita. Evangelizar Corinto era um plano estratégico, pois o evangelho a partir de Corinto poderia se espalhar e alcançar o mundo inteiro. Essa foi uma das razões porque Paulo se concentrou naquela cidade.

Na nova comunidade cristã dos Coríntios, a desordem imperava. O banquete do amor, que precedia a Ceia, era cenário de tumulto e sociabilidade, de ostentações e rivalidades. Paulo ao notar o desprezo aos mais pobres e o ambiente separado por classes sociais, usou a Escritura para disciplinar a Igreja. Ensinou que a Ceia é ordenança do próprio Senhor Jesus.

A Ceia não é uma festa para ostentação dos bens dados aos membros da Igreja. Ela tem por objetivo trazer à memória o ato supremo do calvário, mostrando que cada um que foi salvo do poder do pecado, somente o alcançou pela graça.

A Ceia tem a propriedade de ajudar espiritualmente a incorporar em cada cristão a própria vida e morte de Jesus, Filipenses 3.10,11.

Conhecer a Cristo e sentir o poder da sua ressurreição, é prioridade. Tomar parte nos seus sofrimentos e tornar como Ele na sua morte, com a esperança de que sejamos ressuscitados da morte para a vida. Paulo ensina que quando falta discernimento no Corpo, isto é, a Igreja, quando há dissenção, a Igreja se torna passível de condenação.

Se cada um julgar a si mesmo, estará livre do julgamento do Todo-Poderoso.

Profile photo ofPr Vanderlei do Couto
Últimos posts por Vanderlei do Couto, Pr (exibir todos)
Você pode gostar
Deixe um comentário

O Portal da Convenção usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Se estiver de acordo com isso, basta aceitar. ACEITO

Política de Privacidade
X