Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor

O Perigo das Más Companhias

O Perigo das Más Companhias

1 E Josafá, seu filho, reinou em seu lugar; e fortificou-se contra Israel. 2 E pôs gente de guerra em todas as cidades fortes de Judá e guarnições na terra de Judá, como também nas cidades de Efraim que Asa, seu pai, tinha tomado. 3 E o Senhor foi com Josafá, porque andou nos primeiros caminhos de Davi, seu pai, e não buscou baalins. 4 Antes, buscou ao Deus de seu pai e andou nos seus mandamentos e não segundo as obras de Israel. 5 E o Senhor confirmou o reino nas suas mãos, e todo o Judá deu presentes a Josafá; e teve riquezas e glória em abundância. 6 E exaltou-se o seu coração em seguir os caminhos do Senhor e ainda tirou os altos e os bosques de Judá. 7 E, no terceiro ano do seu reinado, enviou ele os seus príncipes, a Ben-Hail, e a Obadias, e a Zacarias, e a Natanael, e a Micaías, para ensinarem nas cidades de Judá. 8 E, com eles, os levitas Semaías, e Netanias, e Zebadias, e Asael, e Semiramote, e Jônatas, e Adonias, e Tobias, e Tobe-Adonias; e, com eles, os sacerdotes Elisama e Jeorão. 9 E ensinaram em Judá, e tinham consigo o livro da Lei do Senhor, e rodearam todas as cidades de Judá, e ensinaram entre o povo. 10 E veio o temor do Senhor sobre todos os reinos das terras que estavam em roda de Judá e não guerrearam contra Josafá. 11 E alguns dentre os filisteus traziam presentes a Josafá, com o dinheiro do tributo; também os arábios lhe trouxeram gado miúdo: sete mil e setecentos carneiros e sete mil e setecentos bodes. 12 Cresceu, pois, Josafá, e se engrandeceu extremamente, e edificou fortalezas e cidades de munições em Judá. 13 E teve muitas obras nas cidades de Judá, e gente de guerra, e varões valentes, em Jerusalém 2 Crônicas 17.1-13

O rei Josafá caminhava muito bem e o temor do Senhor enchia toda Judá e se espalhava pelos povos vizinhos. O seu governo foi aprovado por Deus e pelos homens, e influenciou pessoas para andarem com Deus e serem felizes. Com o passar do tempo, iniciou um relacionamento com pessoas ímpias e isso mudou a rota de sua vida. Associou-se com Acabe e com Acazias, reis de Israel, que faziam o que não agradava ao Senhor.

Josafá errou ao não priorizar a sua aliança com Deus em detrimento daquilo que social, politica e religiosamente era correto. O problema não era ter alianças com outros reis, e sim alinhar raciocínios com pessoas ímpias independentemente de quem eram e das posições que ocupavam. Provavelmente Josafá não teria nenhum tipo de vínculo com um plebeu que fosse rebelde aos olhos do Senhor, mas como era rei, passou a andar com eles.

Aprendemos nessa parte da história de Judá que é preciso tomar cuidado com as alianças que efetuamos. Quando Josafá tornou-se genro de Acabe e alinhou-se com ele, estava decretando o fim de um período de prosperidade para Judá, a nação que governava e que havia se mantido fiel a Deus quando a sua coirmã, Israel, apostatou da fé ao inclinar-se para a adoração de outros deuses sob a égide de Acabe. Josafá foi junto com Acabe lutar contra Ramote-Gileade. Ele foi para uma guerra que não era dele, pois pensou e disse “sou como você é ”.

Perceba que as companhias exercem poder de influência sobre nossas vidas e, por isso, temos que escolher com quem vamos nos relacionar.

As pessoas com quem você se relaciona, acrescentam valores na sua vida?

Num governo teocrático os reis se associavam a profetas, e Acabe buscou profetas que o agradavam e não falavam da parte de Deus. Essa postura também foi tomada por Josafá que foi para uma batalha que não era sua.

Não compre a briga daqueles que estão brigados com Deus. Para isso, escolha corretamente suas companhias para que sua vida não tenha capítulos negros como esse que ficou registrado na história desse grande rei de Judá que, só não foi maior, porque se associou com quem não devia.

Joel Stevanatto, Pr
Siga-me
Últimos posts por Joel Stevanatto, Pr (exibir todos)
Você pode gostar
Deixe um comentário

O Portal da Convenção usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Se estiver de acordo com isso, basta aceitar. ACEITO

Política de Privacidade
X