Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor

O Preço da Liberdade

E eis que toda a cidade saiu ao encontro de Jesus; e vendo-o, rogaram-lhe que se retirasse dos seus termos Mateus 8.34

O Preço da Liberdade

Para os moradores daquela cidade, dos gadarenos, Jesus era uma pessoa não grata, tudo porque trouxe-lhes um prejuízo financeiro muito grande com a morte daquela grande manada de porcos; para eles pouco importava a libertação daqueles dois endemoninados, mas sim o preço que custou.

Da mesma forma como Jesus agiu, nós, também, em nosso ministério temos que tomar atitudes que vêm ajudar pessoas, porém recebemos em troca, das demais, rejeição, mas nem por isso devemos deixar de realizar aquilo que o Senhor nos propôs quando aceitamos a incumbência que nos foi proposta.

Temos que pagar o preço e o fazemos com alegria e disposição, pois mais vale uma alma que o mundo inteiro.

Não desanime se você está passando por perseguições pelo cumprimento do ide do Senhor, porque Ele também foi rejeitado, e nos deixou isso como exemplo.

Antonio Martinelli, Pr
Siga-me
Últimos posts por Antonio Martinelli, Pr (exibir todos)

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Você pode gostar
Deixe um comentário

O Portal da Convenção usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Se estiver de acordo com isso, basta aceitar. ACEITO

X