Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor

O Poder da Tranquilidade

1 E veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo: 2 Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até mim. 3 E Jonas se levantou para fugir de diante da face do Senhor para Társis; e, descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, de diante da face do Senhor. 4 Mas o Senhor mandou ao mar um grande vento, e fez-se no mar uma grande tempestade, e o navio estava para quebrar-se. 5 Então, temeram os marinheiros, e clamava cada um ao seu deus, e lançavam no mar as fazendas que estavam no navio, para o aliviarem do seu peso; Jonas, porém, desceu aos lugares do porão, e se deitou, e dormia um profundo sono. 6 E o mestre do navio chegou-se a ele e disse-lhe: Que tens, dormente? Levanta-te, invoca o teu Deus; talvez assim Deus se lembre de nós para que não pereçamos. 7 E dizia cada um ao seu companheiro: Vinde, e lancemos sortes, para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas. 8 Então, lhe disseram: Declara-nos tu, agora, por que razão nos sobreveio este mal. Que ocupação é a tua? E donde vens? Qual é a tua terra? E de que povo és tu? 9 E ele lhes disse: Eu sou hebreu e temo ao Senhor, o Deus do céu, que fez o mar e a terra seca. 10 Então, os homens se encheram de grande temor e lhe disseram: Por que fizeste tu isso? Pois sabiam os homens que fugia de diante do Senhor, porque ele lho tinha declarado. 11 E disseram-lhe: Que te faremos nós, para que o mar se acalme? Por que o mar se elevava e engrossava cada vez mais. 12 E ele lhes disse: Levantai-me e lançai-me ao mar, e o mar se aquietará; porque eu sei que, por minha causa, vos sobreveio esta grande tempestade. 13 Entretanto, os homens remavam, esforçando-se por alcançar a terra, mas não podiam, porquanto o mar se ia embravecendo cada vez mais contra eles. 14 Então, clamaram ao Senhor e disseram: Ah! Senhor! Nós te rogamos! Não pereçamos por causa da vida deste homem, e não ponhas sobre nós o sangue inocente; porque tu, Senhor, fizeste como te aprouve. 15 E levantaram Jonas e o lançaram ao mar; e cessou o mar da sua fúria. Jonas 1:1-15

23 E, entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram. 24 E eis que, no mar, se levantou uma tempestade tão grande, que o barco era coberto pelas ondas; ele, porém, estava dormindo. 25 E os seus discípulos, aproximando-se, o despertaram, dizendo: Senhor, salva-nos, que perecemos. 26 E ele disse-lhes: Por que temeis, homens de pequena fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança. 27 E aqueles homens se maravilharam, dizendo: Que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem? Mateus 8.23-27

Todos passam por dificuldades e tribulações, mas a diferença entre uns e outros é que existem aqueles que permanecem calmos em tempos difíceis, enquanto outros se desesperam.

Quanto aos tranquilos, é necessário avaliar a verdadeira causa dessa tranquilidade nos momentos conturbados. Tem gente que permanece calma porque possui uma confiança inabalável no Senhor, porém outros dormem bem porque não estão nem aí com o que está acontecendo – são aquelas que esperam que o mundo acabe em barranco para se encostarem.

Nos textos bíblicos propostos percebemos que os personagens que são protagonistas, estão dormindo enquanto a embarcação onde viajam é assolada por ventos fortes oriundos de uma imensa tempestade. Em épocas diferentes encontramos situações idênticas: Pessoas viajam de barco e uma grande tempestade os acomete! Todos ficam apavorados e, com medo da morte, buscam socorro no principal personagem que está no barco; mas tal pessoa está dormindo em sono profundo.

No AT Jonas representa aqueles que dormem por indiferença e desistência como alguém que não se importa com mais nada, enquanto no NT a história aponta para Jesus dormindo porque confia no Pai e sabe que tudo está sob controle.

Jonas dorme para fugir da sua responsabilidade e culpa, pois caminha contrário à direção de Deus; mas Jesus dorme porque descansa fisicamente e assim se prepara para cumprir a missão ao chegar onde precisava ir.

Algumas pessoas que se alienam dos problemas e buscam no passeio, nas férias, ou mesmo na cama, uma fuga diante das suas dificuldades; enquanto isso, outros dormem para repor energias, pois estão dispostos a enfrentar os desafios e possuem a certeza de que irão vencê-los.

Todos dormem! Entretanto, por que cada pessoa está dormindo? Por que você está dormindo?

O problema não é dormir, mas fugir da missão através do sono, o que é condenável. O descanso é necessário para a realização das conquistas e a solução dos problemas. Bom sono!

Joel Stevanatto, Pr
Siga-me
Últimos posts por Joel Stevanatto, Pr (exibir todos)

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Você pode gostar
Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

O Portal da Convenção usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Se estiver de acordo com isso, basta aceitar. ACEITO

X